Eu não sou diferente... Os outros é que são muito iguais.

20091009

Missing my old school already

Teoricamente foram-me atribuídos 3 níveis de ensino: 7.º, 8.º e 10.º anos, todos regulares. Na prática, tenho 5: se a estes acrescentarmos o 8.º de currículo alternativo (que até tem um manual diferente!) e a Formação Cívica. Já nem conto o Estudo Acompanhado.

No caso da Formação Cívica, a escola tem um programa a implementar, mas como a minha turma é das menos indisciplinadas (ênfase no "menos"), não foi seleccionada para o programa. Remeteram-me para o despacho.

Nunca dei Formação Cívica e a última vez que fui directora de turma foi em 1998/99, de um 12.º de Humanidades, com 36 alunos, dos quais eu só tinha 6, pois os restantes estavam pendurados por uma ou outra disciplina que não o Inglês. Eram alunos maiores de idade que já trabalhavam e eram os seus próprios encarregados de educação.

Nesta escola, e ao contrário do que penso ser costume, as justificações de faltas afinal não são entregues ao director de turma. Têm que dar entrada na secretaria e só posteriormente me aparecerão no dossier da turma para eu as justificar ou não.

Já optei; e contacto o meu Conselho de Turma por email. Envio-lhes as informações necessárias e alerto-os para o que devem fazer por via electrónica.

Até amanhã, cada professor tem que preencher um "Folheto Informativo", uma aplicação onde temos de introduzir a carga horária semanal, o número de faltas injustificadas que o aluno pode dar à nossa disciplina, as aulas previstas para cada um dos 3 períodos lectivos, os critérios de avaliação e os temas/conteúdos da nossa disciplina para o ano todo. Isto tudo para cada uma das nossas turmas. Não tenho qualquer informação - porque não me foi comunicada - relativamente às disciplinas de Formação Cívica e Estudo Acompanhado. Deixem-me referir que a aplicação esteve disponível apenas 4 dias em 5 computadores para uns trezentos professores.

Ou seja, já introduzi os dados para 3 turmas de Inglês do 7.º ano, 1 turma de Inglês do 8.º ano, 1 turma de Inglês de 10.º ano, 1 turma de Inglês de currículos alternativos do 8.º ano, 1 turma de Estudo Acompanhado do 8.º ano, 1 turma de Formação Cívica do 7.º ano e... 1 vez mais porque também sou directora de turma, onde tive que incluir os dados gerais da turma, bem como os nomes dos dois representantes (efectivos) dos pais e encarregados de educação que saíram da reunião que fui obrigada a presidir na semana passada. Também tive que inserir dados da caracterização geral da turma.

Este "Folheto Informativo" será impresso e terei que o fazer chegar aos EE.

Sempre que marcamos falta a um aluno ausente da aula temos que preparar as tais medidas correctivas para colmatar a matéria que o faltista perdeu porque simplesmente se baldou. Se não lhe aplicarmos as medidas correctivas, o aluno não poderá fazer a prova de recuperação... os dedos apontam para nós e o polegar desce lentamente.

A Direcção está relutante em conceder-me o estatuto de trabalhador-estudante. Não lhes estou a pedir as horas de redução, apenas a exigir que me justifiquem os dias em que me ausentei/ausentarei do serviço para prestação de provas presenciais.

Atribuíram-me 2 horas de CaNiL*: uma ao último tempo da manhã de quarta-feira (sendo que entro às 8h 10m e saía às 11h 30m, apesar das reuniões serem às 17h 00m), a outra ao último tempo da tarde de sexta-feira. Devem estar bonitos, devem!

O ex-presidente do Conselho Executivo saiu para o Ministério. Mas antes saíram 50% dos professores da escola que já não o aguentavam. Os que ficaram beijam o chão por onde ele caminhou.

As aulas da Universidade já recomeçaram e aquilo anda muito conturbado por diversas razões. E a bibliografia é himalaica.

Além disto, tenho que terminar um flipchart - que ainda não comecei - com o meu projecto para a sessão de formação no sábado de manhã.

Sou capaz de deixar de aparecer por uns tempos.




* leia-se: CNL - substituições

3 comentários:

aurora disse...

filmes educativos em www.flaminia.pt

velvetsatine disse...

Pois, é tudo uma questão de escolhas e de prioridades. O meu panorama é igualmente pesado, tirando a Direcção de Turma que eu considero uma verdadeira cruz burocrática para qualquer professor. Não estou inscrita em nada na Universidade, nem o faria por questões monetárias e de disponibilidade e desisti da formação sobre os quadros interactivos. Assim, dedico o meu tempo à preparação das actividades lectivas para o 7.º, 10.º e 11.º (o secundário em especial consome boa parte do meu tempo extra-aula) e as sessões de formação de Comunicar em Inglês dos Assistentes Dentários (parte do trabalho efectuado no ano passado tem de ser reformulada devido à re-estruturação dos programas). Isto chega e sobeja-me! Bom trabalho e que corra tudo bem!
Arranja é tempo para a família e amigos no meio disso tudo - isso, sim, é de suprema importância!

teresa disse...

Estou a ver isso um bocadinho complicado para o teu lado, Vee.

Vê se consegues 'desligar' pelo menos durante os fins-de-semana.

No caso pessoal e apesar de ter descoberto compreensão para o facto de ter decidido voltar a ser 'oniversitária', o trabalho para a faculdade ficou, para já, em 'hibernação'...:(

bjs