Eu não sou diferente... Os outros é que são muito iguais.

20061111

Guilty Guilty Guilty

Diamanda Galás

Fui vê-la e ouvi-la e senti-la, ainda nos anos 90, no CCB. Já cá voltou e vai voltar novamente no próximo dia 21 (Lisboa: CCB). Infelizmente não deverei ter cash flow suficiente para voltar a experimentar a sensação. A menos que a terrível SS* me pague o que me deve... a tempo.

De qualquer forma, fica aqui a apresentação que está no sítio do CCB:


"As capacidades performativas aliadas à portentosa voz de Diamanda Galás transformam as suas apresentações em palco numa experiência extra-sensorial. É talvez por essa razão que alguns dos seus álbuns mais aclamados se apresentem em formato ao vivo. Plague Mass, Malediction & Prayer e os mais recentes La Serpenta Canta e Defixiones: Will and Testament, Orders from the Dead ajudaram a fazer chegar ao público que nunca teve o privilégio de ver um concerto seu a excelência da artista norte-americana.
Três anos após as últimas edições discográficas, Galás aventura-se por um repertório que apresenta, entre outros temas, versões de canções celebrizadas por Johnny Cash, Frank Sinatra e Edith Piaf. Guilty Guilty Guilty é o nome desta nova experiência que não deixa de parte composições originais da artista, sempre vagueando entre trágicas canções de amor homicida e morte. (...)
Com uma consciência socio-política apurada, Galás aposta em obras polémicas, poéticas mas complexas e interventivas. Compõe e canta em diversas línguas (latim, grego, arménio, castelhano, hebraico, francês e inglês) com influências vindas de áreas tão distintas quanto o jazz, a ópera e os blues. Em Vena Cava vagueou entre exercícios de spoken word e cânticos a capella e em The Sporting Life, com a ajuda de John Paul Jones (Led Zeppelin) aproximou-se do universo pop/rock. Editados em simultâneo no final de 2003, os álbuns duplos La Serpenta Canta e Defixiones: Will and Testament são os mais recentes registos discográficos de Galás, que se prepara para apresentar um novo disco em 2007."

Ler na íntegra aqui.
CCB:
21 de Novembro de 2006
21h00 Grande Auditório

* Isto fica para outro post.

2 comentários:

velvetsatine disse...

Esta mulher mete medo! Brrr. Tem um ar tão tétrico!

Vee disse...

E esta não é uma das fotografias mais brrrr ela ;)